Bonsai Romã Anã mini guia definitivo

A Romã Anã cujo nome científico é Punica granatum da Família Punicaceae, tem origem na Ásia Ocidental, Pérsia e Afeganistão. É um arbusto de folhas caducas, perdem as folhas no inverno, mas ama os climas quentes, sem invernos rigorosos. Por se manter sempre verdes é uma excelente planta para paisagismo.

Ambiente Bonsai Romã Anã

Na zona de clima mediterrâneo é um bonsai de exterior, em climas frios tem que ser protegida das geadas. Suporta bem as situações ensolaradas, porém no verão gosta mais de sombra.

Este arbusto necessita de muita luz, sobretudo para florescer. O frio moderado do inverno é importante para que possa efetuar sua parada estacional e cair suas folhas.

Rega Bonsai Romã Anã

O Bonsai Romã Anã necessita de rega abundante nos períodos de crescimento. No inverno, quando caem suas folhas, a rega deve ser mais moderada.

Adubabação Bonsai Romã Anã

Durante o período de crescimento e frutificação, a cada duas semanas (primavera e outono). Não se aduba no período em que perde as folhas. Nunca adube uma árvore doente ou recém transplantada.

Transplante Bonsai Romã Anã

A cada um ou dois anos. O transplante deve realizar-se ao final do inverno, antes de iniciar a brotação, procurando cortar 1/3 das raízes.

Poda Bonsai Romã Anã

Para se conseguir uma boa ramificação, podamos os brotos novos quanto tem 6-7 pares de folhas, cortando logo acima dos 1-2 pares. Para conservar as flores não se devem cortar os brotos novos depois do começo de novembro. Somente depois da floração, faz-se a poda dos brotos para conservar sua forma. Os galhos mais grossos podem perfeitamente serem podados no inverno.

Limpeza Bonsai Romã Anã

Eliminar as folhas amarelas e algumas flores dos galhos muito carregados. Se a árvore der frutos é importante colhe-los antes que caiam por si mesmos, para não fatigar a árvore.

Aramação Bonsai Romã Anã

Em qualquer momento, menos na época de floração.

Dicas: Não se deve deixar muitos frutos em um só galho, pois a tendência é este galho secar no ano seguinte. Para florescer abundantemente, necessitam de sol diretamente.